56 Flares Twitter 2 Facebook 3 Google+ 2 Pin It Share 0 LinkedIn 49 56 Flares ×

Esse termo está sendo muito utilizado, vem do inglês Employability e significa “o conjunto de conhecimentos, habilidades e comportamentos que tornam o profissional importante para qualquer empresa”. Essas características transcendem às empresas e atendem às necessidades do mercado de uma forma geral, portanto empregabilidade é a condição que o profissional apresenta ou deve apresentar para se adequar às novas exigências do mercado.

Esse termo se difundiu nos últimos tempos e passou a ter extrema importância graças à concorrência empresarial, aos avanços tecnológicos, globalização dentre outros fatores. Já que vivemos este panorama onde o mercado está cada vez mais exigente e busca profissionais cada vez mais competentes, atualizados, qualificados e preparados para atuar em qualquer empresa nacional ou multinacional, precisamos ter esta condição de “empregáveis”.

 

empregabilidade1
Para sabermos se temos Empregabilidade, devemos nos fazer algumas perguntas:
– A minha trajetória profissional é interessante e é capaz de atrair o mercado?
– As minhas qualificações e especializações são interessantes a ponto de me diferenciar de meus concorrentes?
– A minha vida pessoal é interessante para o mercado ou me atrapalha se comparado com minha trajetória profissional?
– Qual o meu diferencial frente a meus concorrentes?
– Se eu tivesse uma empresa e precisasse contratar um profissional competente para a minha posição, eu me contrataria ou preferia alguém mais qualificado?
– Você reclama do governo, da vida, do mundo, da sua família, do RH, das empresas porque não consegue mudar para um trabalho melhor ou por que não consegue se recolocar?
– Você toma alguma atitude para melhorar sua empregabilidade? Ou continua apenas sentando no sofá reclamando?

Pense e reflita bem sobre suas respostas!

Nos tempos atuais existe uma série de pré-requisitos que tornam os profissionais empregáveis:
– que o profissional tenha uma trajetória profissional interessante,
– apresente uma carreira consistente,
– esteja preocupado com seu autodesenvolvimento e com suas qualificações,
– não seja um analfabeto digital,
– seja verdadeiramente ético,
– tenha capacidade de ser autocrítico e consiga identificar seus pontos fortes e pontos a melhorar e melhorar de fato,
– ser no mínimo bilíngue e
– apresente empatia, que é a capacidade de se colocar no lugar do outro.

“Ter empregabilidade é possuir as características que o mercado exige independente da empresa que atua ou que irá atuar, ser desejado pelo mercado, ou seja, ter o diferencial – aquele algo mais – e estar à frente de seus concorrentes”.