70 Flares Twitter 7 Facebook 26 Google+ 19 Pin It Share 1 LinkedIn 17 70 Flares ×

Há muitas razões para que o profissional não se sinta confiante no trabalho. Pode estar em um emprego que requer habilidades que não tem ou é menos experiente do que aqueles que estão a seu redor. Em outros casos, o profissional pode ser novo na empresa, se sentir desconfortável com a sua capacidade de alcançar o sucesso ou ameaçado por outros colegas de trabalho. Há ainda aqueles que temem perder o emprego ou simplesmente são exigentes demais consigo mesmos.

Se você se enquadra em algum desses casos, se sua autoestima está em baixa ou sua confiança foi ameaçada de alguma forma, confira os conselhos dos especialistas para mudar de atitude e elevar a moral dentro da empresa:

confiança 4

Mantenha o foco em você — Lynn Taylor, especialista em ambiente de trabalho, diz que a pessoa deve fazer o possível para manter o foco e se dedicar ao trabalho, independentemente da política, dos boatos ou manobras não produtivas, tão comuns no meio corporativo. “A confiança surge da combinação de um trabalho honrado com uma grande atitude”, acrescenta ela.

 

Identifique seus pontos fortes e capitalize-os — “Uma das melhores maneiras de construir a confiança é ter clareza sobre seus pontos fortes e encontrar formas de integrá-los ao que você faz a cada dia”, afirma William Arruda, especialista em personal branding. Quando você se guia pelos seus pontos fortes, você fica mais engajado e energizado. Você se torna autoconfiante.

 

Identifique também os pontos fracos e trabalhe para melhorá-los — Se houver falhas que estejam afetando sua confiança, faça um plano para reduzi-las ou eliminá-las, sugere Arruda. De acordo com o especialista, o profissional não deve ficar obcecado em relação a isso, mas deve estar consciente de que enfrentar suas fraquezas e fazer um esforço diligente para superá-las pode ajudar a aumentar sua confiança.

 

Acredite em si mesmo — Diante das tarefas, sejam elas difíceis ou não, tente dizer a si mesmo “Eu posso fazer isso”, e acredite. William Arruda sugere algumas coisas a serem ditas todas as noites antes de ir para cama: podem ser três coisas que você aprecia em si mesmo ou três coisas que deram certo naquele dia.

 

Acompanhe de perto os seus sucessos — Mantenha o controle de suas realizações diárias, aconselha Lynn Taylor. Faça uma lista de “coisas a fazer”. Dessa forma, assim que for cumprindo e riscando cada item, estará mais consciente de suas realizações. A especialista sugere ainda que se mantenha um arquivo digital para gravar seus sucessos, onde poderão ser armazenados os e-mails de congratulações, metas atingidas, elogios de chefes e colegas, notas próprias sobre os desafios superados, cartas de agradecimento, reconhecimento e louvor de dentro e de fora da empresa. “Consulte o arquivo regularmente para verificar seus talentos reais. E futuramente pode vir a calhar quando iniciar uma busca por um novo trabalho e tiver que provar alguns projetos de sucesso”.

 

Saiba que, às vezes, sua confiança pode ser ameaçada — “É um fato. Aceite que isso um dia vai acontecer”. A dica é, se você receber um comentário maldoso que abale sua confiança, espere de 24 a 48 horas para se recuperar antes de responder ou tomar decisões importantes, ou até precipitadas.

 

Procure o incentivo de outros — Pergunte às pessoas que você respeita e confia o que eles acham que são suas três maiores qualidades ou habilidades, e encontre maneiras de usar esses pontos fortes, aconselha Arruda. Já a doutora Katharine Brooks, diretora do Liberal Arts Career Services, da Universidade do Texas, e autora do livro “You Majored in What? Mapping Your Path From Chaos to Career” (Você se formou em quê? Mapeando seu caminho em meio ao caos do mercado, em tradução livre), diz: “Obtenha feedback de colegas, amigos ou de seu supervisor sobre como está seu desempenho. Peça-lhes para identificar seus pontos fortes e onde eles gostariam que você melhorasse. “Às vezes, outras pessoas veem mais talento em nós do que nós mesmos reconhecemos”.

 

Desafie-se — Realizar tarefas que não acha possível pode ser uma ótima maneira de aumentar a sua confiança. Encontre projetos e atribuições que dão a oportunidade de usar seus pontos fortes e trabalhe em projetos que tragam novos desafios, diz Deborah Brown-Volkman, coach de carreira e presidente da SurpassYourDreams.com. “Experimente algo novo, mesmo se você não tiver certeza ou medo de ser capaz”, acrescenta Brooks. “Vá com calma, passo a passo, se necessário, mas mergulhe no novo projeto ou atividade e veja o que vai dar. Tente abster-se de julgar o seu desempenho logo no início do processo, ou em comparar o seu desempenho com alguém que já exerce essa atividade por um período muito longo”.

 

Seja um exemplo de atitude positiva — Desenvolva uma atitude positiva, diz Brooks, lembrando que positivo nem sempre significa feliz. “Concentre-se em como você pode oferecer soluções ao invés de gastar um tempão discutindo o problema”. Linn Taylor, por sua vez, acrescenta que os trabalhadores são atraídos por aqueles com uma atitude positiva, especialmente quando surgem os desafios. “E pode começar com você. É contagioso, mesmo com o seu chefe. Esse tipo de atitude projeta confiança. Basta saber trabalhar essa parte de sua marca pessoal”.

 

Analise cuidadosamente como você reage às ações de seu chefe e colegas — Uma das maneiras mais eficazes de conquistar a confiança é elevar o seu radar emocional no local de trabalho, afirma Linn Taylor. “Interprete as ações de seu chefe e colegas de trabalho, especialmente quando afetam sua autoconfiança. Entenda que eles podem estar agindo de uma forma que todos nós somos capazes de agir, quando se está sob estresse ou frustração”.